Tartaruga que conheceu Napoleão morreu

Tartaruga egípcia de 270 anos de idade que era adulta quando Napoleão invadiu Egito no século XVIII, morreu no zoológico de Gizé, um distrito próximo a esta capital.


Nascida em 1743, a tartaruga "foi testemunha" da Revolução Industrial, da Revolução Francesa e de fatos relevantes na história egípcia: o segundo reinado dos mamelucos, da construção do Canal de Suez, da assinatura do tratado de paz egípcio-israelense e dos mais de 30 anos do regime do presidente Hosni Mubarak, derrubado por uma revolta popular em 2011.

A causa da morte não foi divulgada pelo zoológico.

Referência...