Tablet Asus Slider vira Notebook



O Asus Eee Pad Slider chegou ao mercado para cobrir uma pergunta que já estava intrigando muita gente: "por que não lançam um tablet que seja meio tablet e meio netbook"? O Slider é a segunda resposta da ASUS para essa questão. A primeira foi o ASUS Transformer, que oferecia um teclado físico à parte.


Apesar de não trazer o Windows, o Android Honeycomb e a futura atualização para versão para o 4.0 "Ice Cream Sandwich" não devem deixar o usuário de netbooks na mão. Aliados aos serviços de sincronização do Google, como o Google Music, além dos próprios aplicativos da ASUS - como o Mynet (central de compartilhamento de arquivos na sua rede por meio da tecnologia DLNA), o MyCloud (da ASUS, para armazenamento de arquivos pessoais na nuvem e acesso remoto de PC's e Mac's) e o MyLibrary (central de leitura com e-books, jornais e revistas para download), você se sentirá confortável com o Pad Slider.


Design

O teclado deslizante da parte de trás do tablet e a integração da beleza com a usabilidade na hora de se escrever um texto mais longo merece uma nota 10. A posição da tela, quando aberta, serve também como uma ótima opção para se apoiar o tablet no colo, sem precisar de alguma ajuda de outro objeto ou dock.

Os botões nas laterais são de fácil acesso e manuseio, e as caixas de som frontal e na parte de trás da tela tornam a experiência musical bastante agradável.

O produto tem um design simples, com detalhes em cinza nas suas bordas, e tal como o Galaxy Tab, ele possui uma traseira na cor branca, que não é imune à sujeira ou manchas encardidas. Logo, a capa protetora é fundamental.

Mas e o peso? Seus 960 gramas são, com certeza, uma desvantagem aos concorrentes mais finos e leves, mas muitos desses modelos correram para oferecer uma opção de teclado "dock", que no fim das contas os tornam tão pesados quanto o Slider. O Transformer com o dock acoplado, por exemplo, é até mais pesado que o Slider - mas claro, não é só teclado; há uma bateria também.

Tela

A tela do Slider é boa só por ter Gorilla Glass. Graças a essa tecnologia, é possível ficar mais tranquilo e esquecer o problema dos arranhões e a compra de películas. A tecnologia IPS aumenta o ângulo de visão em até 178 graus de visão, tornando ainda mais interessante em momentos que você precisar mostrar fotos ou vídeos com amigos ou familiares em sua volta.

Como não podia ser diferente, a tela suja muito rápido com as digitais dos dedos, mas não há nada que uma flanelinha não possa resolver. A sensibilidade e resposta do touch são muito precisas, e não sentimos nenhum travamento durante os testes.


Desempenho

O desempenho do ASUS Slider surpreendeu. Nunca acreditei que um tablet poderia suprir a falta de um teclado para a edição de arquivos, ou em qualquer outra atividade que necessite de um teclado físico para tal. A combinação com o touchscreen é bem interessante, e outros que tentaram tal façanha sempre deixavam algum detalhe de lado, ou a velocidade e desempenho não os favorecia. A falta do mouse touchpad pode ser facilmente suprida ao se acoplar um mouse na porta USB.

Durate os testes, os arquivos foram lidos rapidamente e sem problemas de reconhecimento, ao plugar um pendrive ou um HD externo na porta USB. Os vídeos rodaram perfeitamente no tablet, e a dica do aplicativo Dice Player é bem-vinda a quem procura players que leiam qualquer tipo de codec de vídeo. Filmes em HD com extensão .mkv rodaram muito bem e até com reconhecimento dos arquivos de legenda.

O serviço de streaming de vídeos Netflix também rodou "limpo" na tela do aparelho, e se preferir, como testado, você ainda pode jogar os filmes e seriados para a sua TV através do cabo miniHDMI. O áudio que se mostrou um pouco abafado, mas a qualidade dos graves é excelente (graças a tecnologia SRS Sound, que vem nas saídas de som do Slider).



Relação custo/benefício

Comprar um notebook para viagens ou comprar o Slider? Se for escrever pouco, e você procura ter menos peso na mala, o tablet é mais fino, e sim, bastante eficaz na hora da edição de arquivos Word, Excel e na criação de textos. O tablet da Asus realmente é mais uma opção bem-vinda.

Ficha Técnica

Sistema Operacional - Android 3.2 Honeycomb

Tela - 10.1 polegadas, com resolução de 1280 x 800 pixels

Dimensões - 273 x 180.3 x 17.3 mm

Peso - 960 gramas

Armazenamento - 16 GB interno
Processador - NVIDIA Tegra 2 Dual Core de 1 GHz

Memória RAM - 1 GB de RAM
Conexões - Bluetooth, USB 2.0, mini-HDMI, WiFi 802.11 (b/g/n), DLNA


Câmera traseira - 5.0 megapixels, sem flash LED

Câmera frontal - 1.2 megapixels

Bateria - Lítio-Polímero com capacidade de 8 horas

Itens inclusos - Cabo de conexão proprietária, adaptador para carregamento na tomada, cabo mini-HDMI

Fonte - techtudo - youtube