Mulheres bebam mais café !

Estudos desmistificam efeitos negativos do café que é a segunda bebida mais consumida do mundo, até consegue trazer alguns benefícios à saúde da mulher.


AVC:

Segundo o grupo de mamografia do Instituto Karolinska, as mulheres que bebem uma ou duas xicaras de café por dia têm um menor risco de sofrer um AVC.

De acordo com o neurologista, Professor Rodrigo Cunha, “o café tem efeito antioxidante, diminui a acumulação de gorduras saturadas e reduz a resistência à insulina, propriedades que podem minimizar o risco de AVC. “

Enxaquecas:

A dor de cabeça crónica é um problema que afeta 15% da população.

Segundo o Journal of Headache and Pain, que menciona um estudo norueguês, beber quatro xicaras de café por dia conduz a um alívio das enxaquecas.

Infertilidade:

O estudo 'Fertility & Sterility 2012' chegou à conclusão que as taxas de gravidez são maiores nas mulheres que consomem café do que as que não consomem.

"Estes dados vêm, de alguma forma, dar novas luzes relativamente à influência que a cafeína pode ter na fertilidade. As conclusões indicam, claramente, que as mulheres que consumiam café antes de tentar engravidar, tiveram mais sucesso com o tratamento de inseminação artificial, ou seja, de alguma, forma a cafeína teve um efeito positivo”, diz Teresa Ruivo, gestora do Projeto Café & Saúde.

Osteoporose:

Estudo feito por fisiatras turcos, concluiu que o café nada tem a ver com a falta de resistência dos ossos.

“Ao contrário do que tem vindo a ser difundido, os estudos indicam não existir qualquer relação entre a cafeína e um maior risco ou propensão para desenvolver osteoporose. Tal está relacionado com o facto da cafeína não interferir com a absorção de cálcio, que é controlado por uma série de hormonas e pela vitamina D“, confirma Carlos Martins, médico de família.

Outros estudos foram também feitos em relação aos efeitos do café na gravidez, durante a menstruação ou na menopausa.


Referência...